De gosto ligeiramente floral, com um toque de noz-moscada, cânfora e madeira, o loureiro apresenta uma ampla variedade de utilizações, quer para fins culinários, quer para fins terapêuticos.

UTILIZAÇÃO CULINÁRIA
Infusões. Pratos de aves, carne e peixe, marinadas, estufados e guisados, feijoadas, sopas e molhos. Também condimenta alguns pratos de marisco; para muitos, é indispensável no escabeche e no molho bechamel.
Descubra aqui as nossas receitas!

PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS
O loureiro é essencialmente digestivo, estimula o apetite, atua como tónico sobre o estômago e o intestino, e evita a formação de gases, mas é também muito utilizado no tratamento de hemorróidas, reumatismo e dores musculares.
Faz parte de remédios caseiros na luta contra a alopecia (queda de cabelo), onicomicoses (fungos nas unhas), tosses, bronquites e feridas.

RECOMENDAÇÕES
Grávidas, lactentes e crianças devem procurar aconselhamento médico.

CARACTERÍSTICAS GERAIS
Nome: Loureiro (Laurus nobilis L.)
Parte da planta utilizada: Folhas

CARACTERÍSTICAS FISICO-QUÍMICAS
Sabor: Gosto ligeiramente floral, com um toque de noz-moscada, cânfora e madeira.
Aparência: Folhas verde escuras.

 

Peso0,19 kg
Disponivel em

Lata