Com uma inebriante paleta de sabores que vai desde a hortelã e o cravo-da-índia ao anis, pimenta, eucalipto e erva fresca, o manjericão vulgar apresenta uma ampla variedade de utilizações, quer para fins culinários, quer para fins terapêuticos.

UTILIZAÇÃO CULINÁRIA
Infusões. Pratos de aves, carne e peixe, recheios, pizas, massas, sopas, saladas e molhos, como o pesto. Combina na perfeição com pratos que levam tomate, azeite e queijos.
Descubra aqui as nossas receitas!

PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS
Recomenda-se em casos de infeções da pele, como aftas e frieiras, afeções das vias respiratórias, como tosse, dores de garganta e rouquidão, e problemas digestivos, como cólicas e flatulência. As suas propriedades sedativas fazem com que seja procurado também em casos de insónia e fadiga. Quando aplicado na pele, o manjericão é eficaz como repelente de mosquitos.

RECOMENDAÇÕES
Grávidas, lactentes e crianças devem procurar aconselhamento médico.

CARACTERÍSTICAS GERAIS
Nome: Manjericão Vulgar (Ocimum basilicum L.)
Parte da planta utilizada: Folhas

CARACTERÍSTICAS FISICO-QUÍMICAS
Sabor: Inebriante paleta de sabores que vai desde a hortelã e o cravo-da-índia ao anis, pimenta, eucalipto e erva fresca.
Aparência: Folhas verde claras.

 

Peso0,19 kg
Dimensões (C x L x A)6,3 x 4,3 x 8 cm
Disponivel em

Lata